Marinheiro de primeira viagem Marinheiro de primeira viagem? Confira aqui um guia para sua viagem ser perfeita

Texto Canarinho Press

O que levar para o navio, o que é preciso saber antes de partir, o que evitar e como aproveitar melhor a experiência a bordo são algumas das dúvidas que podem surgir. Mas não é tão complicado. Algumas coisas são senso comum, como as regras básicas de convivência em sociedade. Já outras são mais específicas e demandam um pouco de pesquisa. Veja as melhores dicas sobre como aproveitar melhor sua primeira viagem de cruzeiro e evitar uma furada. O QUE SABER ANTES DO EMBARQUE Conheça as regras da companhia em irá viajar. Alguns navios tem regras específicas, como código de vestimenta. Por isso, verifique as regras antes de embarcar, até mesmo antes de reservar o cruzeiro. Assim é possível ter uma ideia de como cada companhia se encaixa no que você procura. VEJA SE É PRECISO VISTO Se a sua viagem de cruzeiro for internacional, é necessário verificar se os países visitados necessitam de visto de entrada. Caso algum deles exigir isso, é responsabilidade do hóspede providenciá-lo antes do embarque

Arthur Campos

É POSSÍVEL RESERVAR ATIVIDADES COM ANTECEDÊNCIA Boa parte dos pacotes de cruzeiro inclui apenas a acomodação e três refeições diárias, além das atrações gratuitas. E a bordo dos navios há uma série de outras atividades, restaurantes especiais e atrações que são pagos separadamente. Acontece que muito disso pode ser reservado com antecedência: dá para comprar pacotes de bebidas, reservar horários no spa e em atividades pagas e marcar jantares especiais antes de entrar no navio. VERIFIQUE O CÂMBIO LOCAL A bordo dos cruzeiros é normal que a moeda usada seja o dólar norte-americano, mas em viagens pela Europa, por exemplo, a regra é o uso do Euro. Mas é bom consultar antes de embarcar tanto qual moeda é usada no navio, quanto as usadas em cada destino de escala para não ser pego de surpresa. Também lembre de habilitar os cartões de crédito e débito para uso no exterior. ITENS PROIBIDOS Algumas coisas são proibidas a bordo de um cruzeiro. Itens do dia a dia como ferro de passar roupa, secador de cabelo (que costuma ser disponibilizado na cabine) e chapinha para cabelo são proibidos de entrar no navio e serão barrados. Armas, obviamente, não são permitidas, nem se forem facas ou canivetes, assim como drogas. Bebidas alcoólicas variam de acordo com as companhias, mas boa parte não permite que sejam levadas de fora. Claro, é possível comprar bebidas típicas dos locais de escala, mas geralmente elas são confiscadas no reembarque e devolvidas no último dia de viagem.

Eric Ribeiro

POLÍTICA COM BEBIDAS Muitos podem achar que levar bebida a bordo é uma boa forma de economizar, mas cuidado. Antes é bom saber qual a política da companhia sobre isso. Geralmente as empresas não permitem que se leve garrafas para o navio e o que era para economizar pode se transformar em nova despesa, com as garrafas confiscadas. Outras até deixam o hóspede levar seu vinho preferido, mas cobram taxas extras. Informe-se antes sobre isso. UM É POUCO, DOIS É BOM Quando for agendar uma viagem em um cruzeiro lembre-se que viajar sozinho pode ser muito mais caro. Na maioria das companhias não há oferta de quartos individuais, apenas para duplas. Assim, para viajar sozinho, pode ser necessário pagar o valor de cabine para duas pessoas. CONHEÇA O ITINERÁRIO E PROGRAMA-SE Ao reservar o cruzeiro você saberá seu itinerário, os dias de escalas, onde elas serão, e quais os dias de navegação. Faça uma agenda para aproveitar melhor os dias de escala,verifique se é melhor pegar uma excursão da companhia ou se arriscar sozinho na cidade, e até avalie se quer ou não descer. Se já conhece bem algum dos portos de parada, pode valer a pena ficar a bordo, aproveitar e desfrutar do navio, que estará mais vazio. PESQUISE SOBRE AS ESCALAS Vai para um lugar que não conhece? Informe-se. Mesmo se você for aproveitar as excursões da companhia de cruzeiro, é bom ter informações do local onde estará. E se for aventureiro e preferir conhecer a cidade por conta própria, é mais importante ainda pesquisar sobre. Locais interessantes para conhecer, moeda local, como funciona o transporte público e quanto custam as coisas na cidade. ATENÇÃO AO IDIOMA Com raras exceções, a língua oficial a bordo dos navios de cruzeiro é o inglês. Na temporada brasileira, há bastante gente da equipe que fala português. Mas para viajar fora daqui é bom ter conhecimentos básicos de inglês. Claro, como as equipes dos navios são formadas por pessoas de diversas nacionalidades, é possível que você encontre alguém que fale português ou espanhol, mas é melhor não arriscar.

Eric Ribeiro

O QUE LEVAR ROUPAS DE BANHO Biquínis, maiôs, sungas e bermudas para banho são necessários em quase todos os cruzeiros. Em quase todos os navios há piscinas e algumas delas são quentes, portanto essas peças serão importantes até em locais frios. CALÇADOS CONFORTÁVEIS Chinelos, tênis e sapatos confortáveis são itens necessários em cruzeiros. Chinelos podem ser usados nas cabines ou mesmo a bordo, em ambientes mais informais e nas piscinas. Já os tênis e sapatos confortáveis são úteis para o dia a dia no navio e mais ainda para as excursões terrestres.  ROUPAS CONFORTÁVEIS Para os dias de viagem, peças de roupas confortáveis são as mais práticas. Dificilmente um navio vá exigir que se esteja na beca todos os dias, portanto calças jeans, bermudas, shorts, tênis, blusas e camisetas são itens necessários. Ah, e lembre-se daquela dica da sua mãe: leve um casaquinho. Mesmo para a temporada brasileira, que é no verão, uma roupa um pouco mais quente pode ser útil para as noites em alto mar, quando a temperatura geralmente cai. TRAJES FORMAIS Para as mulheres, ao menos um vestido longo pode ser uma peça muito útil. Já para homens é bom levar um traje mais social. Os navios geralmente não fazem exigências extremas quanto a isso e é comum que sejam permitidos trajes em esporte fino para os eventos como jantares especiais e jantar com o capitão. No entanto, há embarcações que possuem regras de vestimenta extremamente rígidas. REMÉDIOS Vale colocar na mala remédios para enjoo ou para evitá-lo, comprimidos para dores de cabeça e estômago. Caso você precise usar algum medicamento prescrito, não esqueça dele. A bordo são vendidos poucos remédios, então se você precisar de algo específico pode ter que esperar uma escala. ELETRÔNICOS É uma viagem de férias, então câmera fotográfica é item obrigatório. Se você é daqueles ligados em redes sociais, não esqueça do smartphone. Os navios têm acesso à internet para você matar os conhecidos de inveja com aquela selfie no por do sol do Caribe, por exemplo. PRODUTOS PARA BANHO Apesar da sua cabine contar com itens básicos como sabonetes líquidos para corpo e cabelo, é bom levar os seus próprios produtos. Creme dental dificilmente será encontrado na cabine, portanto leve, pois comprá-lo no navio sairá bem mais caro.

Eric Ribeiro

Eric Ribeiro

EXPEDIENTE SOBRE NÓS CONTATO ASSINE ANUNCIE NA AUGE POLÍTICA DE PRIVACIDADE